Parece que foi ontem: eu- adolescente, introvertida, crespa, eleita muitas vezes “a garota mais feia da turma” pelos meus amiguinhos que também tinham 13 anos, abria minha revista Capricho (pasmem, editoras, adolescentes negras também lêem revista), e fazia o exercício de imaginar como aquelas roupas e aqueles acessórios ficariam em mim. Não havia referências concretas … Continue Lendo