escravas

Olá povo,

Hoje o vídeo vem falar sobre alguns estereótipos mais comuns e que prejudicam todas as nossas ações.
Porque além de enfrentar o machismo, o racismo e toda invisibilização que nos é imposta, precisam enfrentar todos os dias as marcas e consequências, a que esses estereótipos nos expõe. Não raramente nos sentimos na necessidade de agir de uma forma que não nos é natural por receio de cair em qualquer um desses estereótipos.

MULHERES NEGRAS NÃO SÃO MAIS FORTES QUE NENHUMA OUTRA MULHER – e esse é o estereótipo que mais mata as nossas irmãs e nos coloca todos os dias em situações de risco e solidão. No video conversamos mais sobre isso, inclusive falando sobre James Marion Sims, pai da ginecologia que TORTUROU mulheres negras em seus estudos e experimentos.

1- A Nega Maluca/ Mulata Assanhada/ Morena Fogosa/ Mulata Exportação
Ela é quente, sexy, extrovertida, rebolativa, sorridente, e está sempre disposta ao sexo. Esse estereótipos ainda hoje, muitas vezes justifica abuso sexual e afetivo que mulheres negras sofrem a todo tempo.
2- A Empregada Negra/ Amiga Negra/ Babá Negra
Pode ser gorda, velha, ter a pele bem escura – mas não necessariamente. Muito gentil, solicita, amiga caridosa, inteligente, e com vários amigos brancos. é tratada como “a negra de alma branca” ou a “preta com bom senso” por nunca abordar questões raciais (e recebe benefícios por isso).
3- A Preta Metida e Barraqueira
Ela fala alto, é nervosa, irritada, agressiva, mal humorada, etc. A idéia que se transmite é a de que essa mulher é incapaz de amar e de gestos de carinho. – super silenciador e limitante.

A mídia tem um papel importante sobre como a sociedade nos lê. Por isso é fundamental que se discuta a qualidade de representatividade que nos é dada e verificar se esta reforça algum desses estereótipos que nos oprimem diariamente.

Espero que gostem.

Mil beijos

Você pode gostar destes

Deixe um Comentário

Seu email não será publicado. Required fields are marked *