10576995_932267063453722_2902679407224366507_n

Pela diva DJAMILA RIBEIRO via Facebook:

“Pelo amor das deusas africanas, não existe racismo reverso. Danilo Imbecili se faz de vítima porque foi chamado de palmito e o povo cai. Racismo é um sistema de opressão e para haver racismo deve haver relações de poder. Negros não possuem poder institucional para serem racistas. A população negra sofre com um histórico de opressão e violência que a exclui. Brancos são mortos por serem brancos? São seguidos por seguranças em lojas?
Qual é a cor da maioria dos atores, atrizes e apresentadores de TV? Dos diretores de novelas? Qual é a cor da maioria dos universitários? Quem são os donos dos meios de produção? Há uma hegemonia branca criada pelo racismo que privilegia um grupo em detrimento de outro.
Para haver racismo reverso deveria ter existido navios branqueiros, escravização por mais de 300 anos da população branca, negação de direitos a essa população.
Ser chamado de palmito pode até ser chato e de mau gosto, mas racismo não é. A estética branca não é estigmatizada, ao contrário, é a que é colocada como bela, padrão. Danilo Imbecili cresceu num país onde pessoas como ele estão em maioria na mídia, ele desde sempre pôde se reconhecer. Pode até ser chato isso, mas ele não é discriminado por isso. Que poder tem uma pessoa negra de influenciar a vida dele por chamá-lo de palmito? Nenhum. Agora, um jovem negro pode ser morto por ser negro, eu não ser contratada por uma empresa porque eu sou negra, ter mais dificuldades para ter acesso à universidade por conta do racismo estrutural. isso sim tem poder de influenciar minha vida. Racismo vai além de ofensas, é um sistema que nos nega direitos.
Imbecili com esse discurso de falsa simetria só mostra o quanto é babaca. Não se pode comparar situações radicalmente diferentes. Quantas vezes esse ser foi impedido de entrar em algum lugar por que é branco? Em contrapartida, a população negra tem suas escolhas limitadas. Crianças negras crescem sem auto estima porque não se vêem na TV, nos livros didáticos. Eu mesma fui extremamente discriminada na escola e aguentei ofensas racistas por anos.
Agora, esse discursinho barato de “brancofobia” quando a população branca é a que está nos espaços de poder, faz Dandara se remexer no túmulo.
Não se pode confundir racismo com preconceito e com má educação. É errado xingar alguém, óbvio, ser chamado de palmito é feio e bobo, mas racismo não é. Para haver racismo deve haver relação de poder.”

Você pode gostar destes

Deixe um Comentário

Seu email não será publicado. Required fields are marked *